Equipe Duas Rodas de Jundiaí promete se reabilitar e buscar titulo do Moto 1000 GP

A equipe, uma das referências da motovelocidade no país, promete se recuperar já na próxima etapa da competição
 
Uma das mais tradicionais equipes de motovelocidade do país, a Duas Rodas de Jundiaí, não começou como planejava as disputas do Moto 1000 GP. Na primeira etapa, disputada em São Paulo, no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, a equipe teve dificuldades para fazer o acerto das motos por conta da falta de experiência com os pneus utilizados na competição e, por conta disso, os pilotos não conseguiram acompanhar os ponteiros das provas.

Na categoria GP1000 Joel Felipe Soares Júnior chegou em 5º. nas duas baterias e também está em 5º. na classificação geral, com 22 pontos. Na GP Light, onde a Duas Rodas disputa com dois pilotos, Reynaldo Mendes chegou em 7º. e 8º nas duas baterias; e Brecht Pataki Mondragon ficou com um 9º. e um 10º. lugares.

Mas o chefe da Equipe Duas Rodas, Luiz Carlos Gonçalves, 48, o Luizão, garante que essa história vai mudar já na próxima etapa. “Nossos resultados não foram bons nessa primeira etapa porque sofremos mais que as outras equipes para nos adaptar aos pneus Michelin. Não conseguimos o acerto ideal e isso acabou prejudicando o desempenho na corrida”, disse. Luizão garante que a equipe está trabalhando muito para melhorar os resultados já na próxima etapa. “Na próxima já vamos estar no mínimo andando junto com os ponteiros”, promete.

A Duas Rodas, que tem sede em Jundiaí, SP, é uma equipe com 9 anos de história e compete em várias competições de motovelocidade, com 9 pilotos. Quatro desses pilotos já estão na equipe há cinco anos. “Somos uma grande família. Queremos vencer sempre e juntos. E nossa filosofia é de nos divertirmos nessas competições”, define. A Duas Rodas de Jundiaí disputou o Brasileiro de Motovelocidade desde o início e migrou para outras competições. Hoje lidera o Campeonato Paranaense, está entre os líderes do Mercosul e, em âmbito nacional, vai disputar toda a temporada do Moto 1000 GP. “Queremos esse título e vamos correr atrás disso”, avisa Luizão. “Temos equipamento. Temos pilotos e vontade suficiente”. A equipe tem patrocínio da RR Motosport, Akaprovic, Lubriquim, Trionic e Anadão Advocacia.

Luizão também se diz feliz por estar participando do Moto 1000 GP. “Temos uma organização séria e à frente disso, pessoas que sabem da necessidade dos pilotos, das equipes e dos patrocinadores”, diz, referindo-se aos organizadores do Moto 1000 GP, Gilson Scudeler e Alexandre Barros. “O Gilson esteve muitos anos disputando o brasileiro. E o Alexandre correu por muito tempo na elite mundial. Isso tudo só ajuda a todos aqui. O Gilson, por exemplo, deu abertura a todos nós, conversou sobre nossas necessidades. Em Interlagos foi aos boxes para dar apoio e ouvir as equipes, os pilotos. Isso nos deu confiança. Então vamos juntos até o final, fazendo as outras provas da temporada. Vamos acertar as coisas e tratar de subir na classificação”, comenta.

O Moto 1000 GP tem patrocínio oficial de Petrobras, Lubrax e BMW Motorrad, apoio de Michelin e Beta Ferramentas e parceria técnica de Servitec Dinamômetros, W2 Boots, Vaz, Akrapovic, K&N e MRA. As provas do Moto 1000 GP tem transmissão ao vivo pela Record News (canal aberto em VHF e UHF), além de transmissão pela internet, na integra, pelo próprio site oficial do campeonato ou pelo portal R7.


21/07/2011 - Texto: Claudemir Hauptmann - Fotos: Aldemir Donini

Legenda 1: Joel Felipe Soares Júnior usa uma Honda e chegou em quarto nas duas provas da primeira etapa da GP1000

Legenda 2: A equipe Duas Rodas de Jundiaí tem nove pilotos disputando três campeonatos de motovelocidade

 
Voltar

Duas Rodas Team Racing
Rua Antonio Toffoli, 171 - Vila Rami - Jundiaí - SP
Fone: (11) 4587-7618
Luíz: (11) 7764-8214 / ID: 84*242175
Emiliana/Bruna: 9.8909-3358
Email: contato@duasrodasmultimarcas.com.br